Rede dos Conselhos de Medicina
CRM-PR promove Seminário sobre epidemia de crack Imprimir E-mail
Qui, 25 de Agosto de 2011 09:51
O evento ocorre na sede de Curitiba durante os dias 23 e 24 de setembro e é dirigido exclusivamente para médicos. Na oportunidade, será apresentada cartilha elaborada pelo Conselho Federal de Medicina sobre o tratamento da dependência.
 


Conceitos relacionados à droga e ao uso no País, e aspectos gerais e específicos do tratamento e da dependência química em crianças e adolescentes serão debatidos durante o Seminário sobre epidemia de crack no Brasil, promovido pelo Conselho Regional de Medicina do Paraná (CRM-PR). O evento será realizado em Curitiba, nos dias 23 e 24 de setembro, e contará com a presença dos principais especialistas e pesquisadores brasileiros.
  
Durante o seminário também serão apresentadas as “Diretrizes Gerais Médicas para Assistência Integral ao Usuário do Crack”, elaboradas pelo Conselho Federal de Medicina com intuito de disseminar entre os médicos informações úteis para tratamento da dependência.

O coordenador do Instituto Nacional de Políticas do Álcool e Drogas do CNPq e membro do Conselho Gestor da Unidade de Pesquisas em Álcool e Drogas (UNIAD) da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Ronaldo Ramos Laranjeira, iniciará o seminário falando sobre o panorama atual da epidemia de consumo da droga no País. De modo geral, o termo epidemia de uma droga é utilizado quando o consumo atinge proporções que chamam a atenção da sociedade, da mídia e dos sistemas de vigilância em saúde.
“Tratamento do Usuário de Crack”, é apresentar um plano de enfrentamento para a dependência da droga, pois acredita que o usuário de crack precisa de um serviço de tratamento especializado e devidamente equipado.

Na manhã de sábado, o psiquiatra Marcelo Ribeiro de Araújo, pesquisador da UNIAD/UNIFESP, pretende apresentar informações sobre a evolução e histórico do consumo de crack e das políticas públicas para substâncias psicoativas.A intenção do médico, que é um dos organizadores do livro “Tratamento do Usuário de Crack”, é apresentar um plano de enfrentamento para a dependência da droga, pois acredita que o usuário de crack precisa de um serviço de tratamento especializado e devidamente equipado.

Após um breve intervalo, o 2.º Secretário da Diretoria do CRM-PR, Marco Antonio Bessa, que também é doutor pelo Programa de Pós-Graduação em psiquiatria pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), irá finalizar o seminário ministrando palestra sobre “Dependência de Crack na infância e na adolescência”. Com trabalhos na área, Bessa deve destacar alguns dados de sua tese a respeito do sub-relato e fatores correlacionados ao uso de drogas em adolescentes grávidas.

Inscrições - O Seminário sobre epidemia de crack no Brasil faz parte do Projeto de Educação Médica Continuada do CRM-PR, é gratuito e dirigido exclusivamente para médicos. As inscrições devem ser feitas antecipadamente através do e-mail
Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. , informando nome e n.º do CRM. No dia, será exigida a apresentação da carteira profissional do médico.

Serviço:
Seminário sobre epidemia de Crack no Brasil
Organização:
Conselho Regional de Medicina do Paraná.
Data: 23 e 24 de setembro de 2011.
Aulas presenciais: Sexta-feira, a partir das 19h30, e Sábado, das 8h30 às 12h00.
Local: Auditório Raquele Rotta Burkiewicz na sede do Conselho Regional de Medicina do Paraná em Curitiba (Rua Victório Viezzer, 84, andar S1 – Vista Alegre).
Informações:
(41) 3240-4000 ou Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.


Programação preliminar


23/09 (sexta-feira)

19h30 – Palestra sobre “Epidemia de Crack no Brasil”, ministrada por Ronaldo Laranjeira.

24/09 (sábado)
08h30 – Palestra sobre “Plano de tratamento para dependência de Crack”, ministrada por Marcelo Ribeiro de Araújo.
10h – Intervalo.
10h15 – Palestra sobre “Dependência de Crack na infância e na adolescência”, ministrada por Marco Antonio Bessa.

Currículo dos palestrantes:


Ronaldo Laranjeira

PhD em Psiquiatria pela Universidade de Londres, professor titular de Psiquiatria da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), coordenador do Instituto Nacional de Políticas do Álcool e Drogas do CNPq e membro do Conselho Gestor da Unidade de Pesquisas em Álcool e Drogas (UNIAD) da UNIFESP.

Marcelo Ribeiro de Araújo
Psiquiatra, especialista em Dependência Química pela Unidade de Pesquisas em Álcool e Drogas (UNIAD) da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), mestre em Psiquiatria e doutor em Ciências pela UNIFESP, coordenador do Curso de Especialização em Dependência Química e pesquisador da UNIAD/UNIFESP, e organizador do livro “Tratamento do Usuário de Crack”.

Marco Antonio Bessa
Psiquiatria, especialista em Dependência Química pela Unidade de Pesquisas em Álcool e Drogas (UNIAD) da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Mestre em Filosofia pela Universidade Federal de São Carlos, Doutor em Ciências pela UNIFESP e 2.º Secretário da Diretoria do Conselho Regional de Medicina do Paraná (CRM-PR).
“Diretrizes Gerais Médicas para Assistência Integral ao Usuário do Crack”, elaboradas pelo Conselho Federal de Medicina com intuito de disseminar entre os médicos informações úteis para tratamento da dependência.
 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner